domingo, 29 de junho de 2014

Martírio.

"Tinha que ser tão complicado? Infelizmente sim." Ele pensa... Se levanta, e chora. Essa não é a solução e sabe disso, sabe que não há solução. Deve seguir em frente, aguardar que o tempo repare o que se feriu... Mas é complicado, nessas horas, parece que o tempo não passa. Sofre calado, é isso o que ele faz.


                                                                                                                    (Marco Aurélio dos Santos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário