quarta-feira, 10 de julho de 2013

Dezembro frio

"Josie Ramos"

Lembro-me claramente que era no frio de dezembro, a chuva havia cessado, os passos eram mais leves, a preguiça maior, lembro-me de sentar em um mar de livros com minha xícara de chá, sem saber por qual começar, lembro-me de ler um poema que me fez chorar, e ao olhar pra cima você estava ali.
As manhãs são difíceis, porque acordo e você já não está aqui, o que me consola são as palavras dos livros que leio, e o amargo gosto do café, mais quando você chega, sou feliz novamente.








Nenhum comentário:

Postar um comentário